Diga não ao vandalismo

  1. Home
  2. Dicas
  3. Diga não ao vandalismo

Diariamente chegam às garagens veículos danificados por pichações na lataria ou nos bancos, com estiletadas nos estofados ou vidros quebrados por pedras, chutes ou socos e vários outros estragos.

Estima-se que todas as operadoras de ônibus juntas gastem mais de R$ 1 milhão por ano, só nos reparos dos veículos depredados pela ação dos vândalos. Porém tais atos prejudicam principalmente os usuários, já que o reflexo imediato, pois um ônibus que sofre vandalismo fica dois dias parado para os reparos e, mesmo a empresa tendo outros veículos reservas, são ônibus que poderiam estar fazendo outras linhas e melhorando o atendimento em outras áreas.

A Lei municipal nº 15.111, promulgada no fim de 2015, estabelece que pessoas flagradas cometendo atos de vandalismo contra ônibus podem pagar multa, além dos gastos com limpeza e a restauração do ônibus. São considerados atos de vandalismo pintar, pichar, grafitar, rabiscar, escrever, desenhar, utilizando qualquer tipo de material que altere a característica original do veículo. E também: depredar, deteriorar, danificar e inutilizar ônibus, por meios próprios ou com o auxílio de qualquer objeto.

Em caso de reincidência, a multa será dobrada na primeira reincidência e quadruplicada a partir da segunda reincidência. Caso o infrator seja menor de idade, seus responsáveis legais responderão solidariamente pelos danos.

Siga-nos nas redes sociais e entre em contato:
Facebook: Suzantur Mauá
Instagram: @suzanturmaua

Menu